Considerações sobre Rechupe

Definição: todos os materiais quando aquecidos tendem a aumentar de volume (expandir), o mesmo acontece com os materiais plásticos durante o processo de moldagem. Ao serem resfriados (no molde) o efeito é contrario, ou seja, os materiais tendem a contrair. Esta contração nos materiais plásticos é responsável pelo aparecimento de rechupes nas peças moldadas.

Ocorrência e prevenção: os principais pontos que influenciam o aparecimento de rechupes são: espessura da peça, material utilizado, tempo e pressão de recalque, dimensões do sistema de alimentação e do ponto de injeção, posicionamento do ponto de injeção e temperaturas de processo (principalmente do molde).

- Espessura da peça: seções espessas têm maior tendência de apresentarem rechupes pois apresenta maior contração e são mais difíceis de recalcar, principalmente se estiverem distantes do ponto de injeção. Devem ser evitadas paredes muito espessas e diferença de espessuras nas peças (causam empenamento).

- Material utilizado: materiais amorfos apresentam menor contração que os materiais cristalinos (ou semicristalinos), além disso, solidificam no molde mais lentamente o que possibilita aplicar o recalque às peças por mais tempo, reduzindo a contração e, consequentemente, a ocorrência de rechupes. A presença de aditivos no material também pode influenciar a ocorrência de rechupes. Materiais reforçados apresentam menor contração ou tendência ao rechupe do que materiais não reforçados. Aditivos como agentes de expansão podem evitar a formação de rechupes em peças espessas. estes aditivos formam gases durante a moldagem que expandem o polímero fundido forçando-o contra as paredes do molde, o que atua como uma pressão de recalque interna ao material.

- Recalque: o recalque é uma fase do processo de injeção que se inicia imediatamente após a injeção do material no molde e consiste na aplicação de pressão extra na cavidade durante certo tempo. Esta pressão "joga" mais material para a cavidade do molde, minimizando a contração e o aparecimento de rechupes. É importante que o recalque seja aplicado até que o material tenha se solidificado completamente em toda a peça.

- Sistema de alimentação: os canais de alimentação e ponto de injeção não devem se solidificar antes da peça. Caso isto ocorra à pressão de recalque não pode mais ser aplicada, aumentando a contração e a possibilidade de aparecimento de rechupes. Pontos de injeção sub-dimensionados aumentam muito o cisalhamento do material nesta região e, portanto, a temperatura do mesmo, o que aumenta a possibilidade de degradação do material, podendo aumentar a contração da peça. Além disso ponto de injeção muitos pequenos solidificam-se mais rapidamente.

- Localização do ponto de injeção: outro fator importante com relação ao ponto de injeção é sua localização. Os pontos de injeção devem ser localizados na parte da peça que apresenta a maior espessura, dessa forma assegura-se que o recalque seja aplicado de maneira eficaz.

- Temperaturas de processo: as temperaturas de processo e principalmente do molde, influenciam na contração das peças e no tempo de solidificação do material. Moldes mais quentes proporcionam uma maior contração, porém permitem uma aplicação do recalque mais eficaz. Materiais mais quentes também tendem a contrair mais durante a moldagem.

- Os rechupes também podem ser "escondidos" por texturização da superfície.